O Patriotismo é uma farsa

by 05:32 0 comentários

No vídeo de hoje, fazemos uma breve reflexão sobre o patriotismo e as farsas que o envolvem.


Caso prefira ler, segue o argumento que criamos para esse vídeo.


A muito, muito tempo atrás os governantes, sejam eles reis, imperadores ou mesmo representantes de uma forma de estado, precisavam ter a garantia que sua vida continuaria a ser confortável para sí e para sues sucessores.

Como funcionava esse conforto ? Bem, numa ideia bem óbvia e básica, era se mantendo no poder e tendo pessoas para servi-los. Para eles pudessem continuar desfrutando de todas as maravilhas de se estar no poder.

Mas não era apenas um governante que queria desfrutar de todas essas maravilhas, todos esses governantes queriam. Logo surgiu a ideia de ameaça do seu poder, afinal de contas, o que impede do governante vizinho, querer aumentar sua quantidade de servos, e de lucros com impostos, invadindo meu reino ?

Algo tem que ser feito para evitar que isso aconteça.

Já sei, vou incutir na cabeça de meus serviçais que eles precisam ter amor a sua terra, ao seu governo, a sua pátria. Preciso incutir na cabeça deles, que se precisar, eles até devem morrer para defender esse estilo de vida, eles devem até mesmo morrer por sua pátria. Por que nós somos bons e nossos vizinhos são maus.

O patriotismo foi algo usado em diversas épocas e de diversas maneiras diferentes, mas sua natureza é única, é criar um sentimento de unidade e de fidelidade a esta unidade. Isso foi muito bem arquitetado pelo sistema e é deste modo que eles te manipulam a acreditar que seu papel nesta sociedade se resume em servir ao seu país, ou seja, seus governantes.

Algumas pessoas acreditam na importância do patriotismo constitucional como um compromisso comum dos cidadãos brasileiros em torno da promoção de uma sociedade democrática e plural. Ou seja, isso nos ajuda a pensar como um todo. Algo que vai além do nosso próprio eu individualista... Tá, mas...Isso não deveria valer para todos os povos ?
Todos nós não somos humanos com problemas e dificuldades em comum ? 
Todos nós não deveríamos ser tratados como iguais sem distinção ?

Na minha opinião, a única coisa que me torna diferente de um Japonês, de uma africano ou australiano é a cultura ou identidade cultural. Sim, eu até acho que identidade cultural deva ser preservada, mas fazemos isso de forma totalmente errada, na maioria das vezes voltamos nossas atenções para focos totalmente sem importância.

Algumas pessoas também acreditam na importância do patriotismo no que desrespeito a fauna e flora... Tá, mais iaí, a natureza de forma geral não contribui com o equilíbrio do planeta ? Tudo não está conectado e tudo não influencia nos ciclos climáticos.
Deixando isso de lado, vamos nos apegar simplesmente a belezas naturais...

Eu moro no Rio de Janeiro, lar do Pão de açúcar, floresta da Tijuca uma vasta variedade de animais, alguns dos quais só tem aqui... e tantas outras maravilhas conhecidas mundialmente. A minha pergunta é: Isso pertence a mim ? Isso pertence a nós ? Ou pertence natureza e geografia dessa região, que por sua vez pertence ao planeta ?
Se eu tivesse nascido na índia e não estivesse aqui para ver essas belezas, isso as tornariam menos válidas ?

O que eu estou querendo dizer é tudo isso, independe de um estado ou de uma pátria, e existem muitos outros lugares no mundo igualmente belos independente se vive alguém naquela região ou não.Nosso planeta no geral é belo e pertence a todos nós.

A verdade é que só quem lucra com a ideia de patriotismo são os detentores do poder.




Patriotismo pressupõe que o nosso globo é dividido em pequenos locais, cada um rodeado por um portão de ferro. Aqueles nasceram do lado de cá, consideram-se melhores, mais nobres, maiores, mais inteligentes do que os seres vivos que habitam qualquer outro lugar. Veja só você que arrogância egoísta e vaidosa.




O patriotismo ou nacionalismo ou o amor a nação, tanto faz, é um modo astuto de manter o sistema de pé, ele faz com que acreditemos que não existe outra forma de viver senão seguindo uma nação, senão elegendo um representante. O Nacionalismo separa a humanidade e cria um campo de guerra entre as diferenças.

Os estados usam o nacionalismo com conceitos de “unidade” “nação” para criar uma espécie de “corpo nacional” onde todos tem a obrigação de defender e venerar, algo como “defender a pátria mãe” etc. 
Esse meu conceito de patriotismo, serve de modo geral para qualquer tipo de governo em qualquer lugar.Para mim, ele é válido aqui, ou no Japão ou nos EUA.


Mas agora vamos falar especificamente do Brasil.

A ideia de amar um pedaço de chão que nem é realmente seu e de ser patriota como temos hoje, ao meu ver já é uma merda, agora você imagina quando essa realidade é trazida para o Brasil ? Um país governado por ( em sua maioria ) corruptos e demagogos.

Se com tudo isso que eu falei, já deu pra resumir que amar a pátria é o mesmo que amar o sistema que te controla, imagina você amar um sistema controlado e representado pelos tipos de pessoas que temos representado nosso país ? Um lugar onde não se vive num reinado, num império e nem numa real democracia. Aqui nós vivemos numa Cleptocracia.


Acho que não preciso falar muito né, acho que já dá para você ter uma ideia.
Os que os governantes querem, é exatamente isso, que nós sejamos patriotas. Se você quer ter orgulho de alguma coisa, então tenha orgulho de você conseguir sobreviver num pais como esse.

OBS: Caso queira divulgar essa ideia, fique a vontade em copiar o texto, só pedimos que divulge a fonte.



E aí pessoal, o que acharam ? Sua opinião é muito importante, deixem seu comentário ou idéias.
Valeu, abraços.


Os Batutas

Developer

Entretenimento com doses de opinião e seriedade.